Desabafo da leka de casa: 20 unidades

Há muitos anos atrás, eu e meu tio, um dos heróis da minha vida, fomos comprar uma peça de picanha e um fardo de ceva no Pão de Açúcar, em Ribeirão Preto. Com duas unidades e muita inteligência nos dirigimos ao caixa rápido.

Antes de nós, um cara. Com mais de 15 volumes. Atrás de nós, senhoras com pão e leite. Algumas senhoras falaram pro cara: “senhor, nos respeite para ser respeitado”. Sabe o que nessa ocasião o cara falou pra elas? “Calem a boca velhas idiotas”. Mas ele não contava com meu herói. Meu tio apontou o dedo pra ele e falou: “Agora eu quero ver você falar assim, que nem macho comigo seu bosta. Eu vou socar sua cara e contar 15 unidades, caralho. Quer entrar numa comigo? Falar com velhinha é fácil, resolver comigo que não é”. As senhoras aplaudiram. Meu tio foi glorificado no mercado.

Hoje, dia de cilada quarta Extra, lá fui eu, comprar cebolas, molho de tomate e salsinha. Já sabem, né?  Vai rolar um macarrãozinho pós ressaquinha. Delícia.

Enfim. Tava lá eu de boas, quando fui atingida novamente pelo mesmo sentimento corrupto por parte da maioria dos brasileiros que é ignorar os outros. Aí a gordona com bigode da frente falou pro marido “nossa, mas nós temos mais de 20 unidades”. O marido falou “foda-se”. Enquanto isso, meu pensamento era invadido e revoltado. A fila rápida tinha mais de 5 pessoas com muito mais de 20 unidades. Só que a diferença entre eles e o resto, é que eles assumiram a postura de merda deles.

Bem, eu pensei… brasileiro se sente roubado, mas está sempre sendo conivente com a própria sacanagem. Quando chegou minha vez, eu que já sou conhecida no Extra da Vila Leopoldina, falei exatamente o que eu pensava para a caixa que me atendeu.

Só que eu falei pra eles ouvirem, assim como eles falaram pra todo mundo ouvir que FODA-SE PASSAR COM MAIS DE 20 UNIDADES. A gorda com bigode e o pedreiro ouviram, e ficaram bravos, ainda. Olhe só: BRAVOS. A errada – na cabeça deles, ainda era eu? É isso?

HAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Cinicamente eu ri, abri minha cerveja (ah, ela tava lá) e falei “parceiro, se ta errado na sua caminhada e ponto. O MUNDO NÃO GIRA EM TORNO DO BIGODE DA SUA MULHER”.

As pessoas estão sendo execradas pelo governo, ficam putas, bebem cerveja morna no bar e discutem sobre a pouca coisa que sabem sobre política, dissimuladas e hipócritas, mas na hora da escapadinha na 21ª unidade, sim, normal. Eu sei que por maioria nem é “culpa” delas. Na Europa existem mercados que nem caixas físicos tem, as próprias pessoas pagam por suas compras. Pra você ver… quanta diferença no sistema educacional sobre certo/errado, sei lá se é isso, ou educação vem de casa também…

No fim das contas, com alguma praga e 4 unidades voltei pra casa pensando nisso. E digo mais: que deu vontade de ser meu tio, ahhhhhhhh deu.

Anúncios